anjinhos

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

O Tesouro Escondido – (Joseph Campbell).


V. tem um Anjo Guardião! Ele o acompanha sempre, desde a tessitura de seu corpo físico!
(Clic): "O Anjo da Guarda de seu nascimento". (Monica Buonfiglio).
(E tb.): 'OS ANJOS GUARDIÕES'.
Clic tb.: 'Conecte com Seu Anjo Guardião' - (Linda Georgian).

(Clic): Lição de Vida para o Mundo Todo: ‘Universidade dos Pés Descalços’, para comunidades pobres da Índia, África e Afeganistão. (Vídeo. Lucy Sem Fronteiras).
•Clic tb. Bunker Roy:  The Rural Women Solar Engineers of Africa.

'O TESOURO ESCONDIDO' - (Joseph Campbell).
'O Tesouro Escondido', divulgada em "anjosensinosluz.blogspot.com/", mostra uma aventura de sentido profundo -, contada pelo rabino Eisik filho de Jekel, que viveu no gueto de Cracóvia, antiga capital da Polônia. A história foi compilada por Joseph Campbell.

Campbell percebeu, ao lê-la pela primeira vez, estar vivendo e agindo segundo as suas normas, desde que o tesouro espiritual milenar dos mitos e símbolos hindus, começou a revelar-se durante seus estudos acadêmicos das mandalas e diagramas sagrados da Índia. E Campbell destacou:

"Ora, o verdadeiro tesouro que põe fim à nossa miséria e às provações nunca está distante, nem deve ser procurado em nenhuma região longínqua; está enterrado no mais profundo recesso de nossa morada, ou seja, em nosso próprio ser. O tesouro está “atrás do fogão”, o centro daquela estrutura que proporciona vida e calor à existência, no âmago dos âmagos – só é preciso desenterrá-lo!"

"Persiste, porém, o estranho fato de que só após longa jornada a uma região distante, a um país estrangeiro, a uma terra estranha, o significado da voz interior, que guiará nossa busca, nos será revelado. Enquanto se dá esse fato singular, ocorre [sincronisticamente] um outro paralelamente: quem nos irá revelar o significado de nossa enigmática mensagem interior deve ser um estrangeiro, de outro credo e outra raça".

"Na Boêmia, sobre a ponte, o capitão mostrou não crer em vozes interiores, nem em sonhos; no entanto, revela ao estrangeiro, àquele que veio de longe, aquilo que terminaria com seus problemas e faria com que encontrasse o que buscava. Não foi intencional a revelação; sua notável mensagem foi transmitida de modo inadvertido, enquanto [o capitão] se vangloriava de sua própria argúcia"...
Os mitos e símbolos hindus, como outros símbolos da sabedoria de terras longínquas, falam-nos, da mesma maneira de nosso próprio tesouro. É preciso, então, que procuremos desenterrá-lo, escavando o recôndito esquecido de nosso próprio ser...

“Esse tesouro interior porá fim às nossas aflições e permitirá que construamos, em benefício de todos os que nos rodeiam, um templo dedicado ao espírito vivente"...
[Cf. ‘Mitos e Símbolos na Arte e Civilização da Índia’, p.176/9. Heinrich Zimmer/Joseph Campbell. Ed. Palas Athena, 1989].

CLIC e VEJA AGORA: 'O Tesouro Escondido' - (Uma História Verídica?)

Nenhum comentário:

Postar um comentário