anjinhos

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Espiritualidade & Mantra da Lei do Perdão – (Mel Aitak).

(*) O 'Oráculo Angélico' revela o 'para que' você eu viemos ao "campo de possibilidades": expandir a consciência da 'criança interior', 'Deus em nós' - o 'Self' imortal... Mas, ao adentrar a veste física, esquecemos a origem divina de nosso ser interior, a missão e lições de vida escolhidas para vivenciar e crescer no embate das "forças dos opostos". NOTE BEM: Embora a infância esteja pré-determinada, é-nos dado mudar aqui o rumo da vida para o Alto ou o baixo, para o Bem superior ou o 'mal', na adolescência e adulta. 'Karma' ou 'Destino' é fruto de escolhas e ações: "O que o homem semear, isso colherá"... (Campos de Raphael).

“Perdoar é um ato de amor a si mesmo e ao outro. Afinal, é neste plano que vamos evoluir – do átomo ao arcanjo. Se Deus, em sua infinita bondade, não julga nem repreende nossas ações, vamos fazer isso conosco por quê?” (Mel Aitak).

“Um dos exercícios mais difíceis é o de perdoar as próprias falhas. Sabe quando ficamos empacadas diante de uma dificuldade? Nessa situação, é comum ser tomada por pensamentos repetitivos”.

Acontece, em geral, quando cometemos um erro ou deslize e agimos em dissonância com nosso coração. Muitas vezes, fazemos um julgamento precipitado e nos martirizamos por isso. Os espiritualistas acreditam que se perdoar é o passo inicial para aceitar também os erros alheios...
A tarefa é difícil, sem dúvida, mas essa atitude mostra que somos tão humanos quanto o outro. Portanto, erraremos e acertaremos quantas vezes forem necessárias para crescermos.

Perdoar é um ato de amor a si mesma e ao outro. Afinal, é neste plano que vamos evoluir – do átomo ao arcanjo. Se Deus, em sua infinita bondade, não julga nem repreende nossas ações, vamos fazer isso conosco por quê?

Que tal começar hoje mesmo um exercício de perdão? Experimente repetir o trecho do livro 'Invocação à Luz' - (Ed. Ponte para a Liberdade):
“Eu sou a lei do perdão e da chama transformadora de todo erro que cometi. Eu sou a lei do perdão e da chama transformadora de todos os erros da humanidade”. ('Invocação à Luz').

Basta falar essas frases com pureza, amor e boas intenções. Evite pensar nos seus erros ou em outros cometidos pelo homem.

A espiritualidade [Deus e nossos Anjos da Guarda] conhece nossas virtudes e fraquezas. Ao agir dessa forma, vamos formar um círculo de energia tão poderoso que será capaz de, pouco a pouco, transformar as pessoas e o mundo em que vivemos.

“Somos todos um, somos luz! Faça desse o seu mantra pessoal e viva, divulgue e semeie a paz”... Mel Aitak (*).
(*) Mel Aitak é mestre em reiki, terapeuta holística, naturopata e estudiosa dos temas ligados à espiritualidade. [Extraído da ‘Revista Ana Maria’ p. 29, de 23 de maio de 2014].
Conheça também:
 Luz, Amor e Paz! (Campos de Raphael).

Nenhum comentário:

Postar um comentário