anjinhos

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

ANJOS & DESVENDANDO MISTÉRIOS - REFLEXÕES - (Campos de Raphael).

“Conhece-te a ti mesmo, e conhecereis o universo e os deuses”. [Cf. ‘Os Mistérios de Delfos’ - ‘Pitágoras’. Édouard Schuré].

Guardião do Dia. 'ACHAIAH': "Deus bom e paciente". Protege os nascidos em 19/08, 31/10, 12/01, 26/03 e 07/06. Sob essa influência, as pessoas trazem dentro de si muita espiritualidade e os pés no chão; seu olhar volta-se para o horizonte, a mente para as estrelas... Achaiah favorece descobrir segredos da natureza e a propagar luzes no trabalho. Mesmo sem oportunidades de instrução, pode adquirir muito conhecimento. Será altruísta, compreensivo e paciente com todos. Saiba mais. (Clic): Achaiah - 7º Anjo. Categoria 'Serafins'.
'SERAFINS': Metatron é seu Príncipe-Arcanjo. A tradição considera essa categoria angelical como a mais próxima de Deus. Contemplam e vivem o Amor divino, aquecendo-se no fogo celestial. Sua incumbência é transmitir o fogo desse Amor às categorias dos demais anjos. As pessoas ligadas a esses anjos são maduras e sábias; têm forte intuição, são nobres e pacientes, e procuram estar em paz com todos...

"Ninguém nasce para sofrer; nasce para aprender".  (Campos de Raphael)
 


Anjos & Desvendando Mistérios - (Reflexões).
 “A experiência mais bonita que se pode ter é a do misterioso… Aquele para quem esta emoção é uma estranha, quem já não pode pausar para admirar e maravilhar-se, é como se estivesse morto”. (Albert Einstein). [Cf. ‘Uma Sincronicidade Para a Cura’. Míria de Amorim].
 
“O mais importante na construção do homem não é instruí-lo. Terá algum interesse fazer dele um ‘livro’ que caminha? Mas ‘educá-lo’ [De ‘educere’, ‘guiar através’], e levá-lo até aqueles patamares onde o que liga as coisas já não são as coisas, mas os rostos nascidos do laço divino. A única música que o coração percebe é essa"... (Saint-Exupéry).

Certo caixeiro-viajante encontrou casualmente Carl Jung na rua, olhou-o de olhos arregalados, dizendo: "Você é realmente o homem que escreve aqueles livros? Que escreve sobre coisas que ninguém sabe?” 
 
Jung escrevera: “Sei que as universidades não são mais fonte de conhecimentos. As pessoas estão cansadas da especialização científica e intelectualismo racional. Elas querem ouvir a verdade que não limite, mas amplie; que não obscureça, mas ilumine”… [Cf. ‘O Segredo da Flor de Ouro’, p.16. Vozes. 1983].

Em 'A Sabedoria da China', Lin Yutang  conta que na época de Confúcio, um dos sábios mais respeitados na antiguidade, um discípulo de Lao-Tse pergunta qual deles era o mais sábio. E Lao-Tse, responde: "O mais sábio é aquele que sabe nada saber". E na Grécia Antiga, Sócrates dizia: "Só sei que nada sei"...
 
Buda, o Iluminado, ensinava a todos buscar a verdade dentro de si mesmos e livrar-se de todo dogmatismo, mesmo dos livros sagrados. Conhecedor da natureza humana, Buda sabia que os textos sagrados estão sempre sujeitos a adulterações, manipulações e adaptações, segundo os interesses doutrinários ou políticos dos detentores do poder temporal, quer sejam sacerdotes ou governantes. Por isso ele instruía a libertar-se de tudo que limita nossa visão interior. [Veja: 'Aprendendo Ver Por Si Mesmo'].
 
Exemplos da época que se elaborava o Novo Testamento da Bíblia atual – mostram que muitos evangelhos dos primórdios do cristianismo foram destruídos e ensinos originais de Jesus extirpados ou adulterados para prevalecer a versão bíblica da Vulgata latina, aprovada no Concílio ocorrido em 553 D.C..
 
As adulterações vieram à tona após às descobertas dos Rolos do Mar Morto e dos manuscritos gnósticos escondidos em Nag Hammadi (Alto Egito) em 1945. Achou-se ali uma jarra de barro selada, contendo 13 códices em copta, traduzidos do grego: textos de ‘A República de Platão’, ‘Corpus Hermeticum’ e de o ‘Evangelho de Tomé’... E um dos códices, conhecido como ‘Codex Jung’, foi adquirido em 1951 pelo Instituto Carl Gustav Jung de Zurique, graças à mediação de Gilles Quispel.
 
Muitos poderão se chocar com as revelações a seguir, mas o compromisso com a Verdade nos leva a citar partes dos capítulos 2, 37 e 38, de 'O Evangelho dos Doze Santos' - preservado durante séculos num mosteiro budista hindu.

 
(1). E O Anjo [Gabriel] apareceu diante dela e disse: “Maria, tu és agraciada, pois a maternidade de Deus está contigo, abençoada és tu dentre as mulheres, e abençoado seja o fruto do teu ventre... E quando ela o viu, ficou turbada com suas palavras e que tipo de saudação seria aquela. E o anjo disse: "Não temas, pois foste encontrada em graça diante de Deus, e eis que conceberás em teu ventre a darás à luz uma criança, que será chamada o filho do Altíssimo”...

Então disse Maria ao anjo: "Como será isto, visto que não conheço varão?” - E o anjo respondendo, disse: “O Espírito Santo virá sobre José, teu esposo, e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra, Ó Maria: portanto também o Santo que nascerá de ti será chamado Cristo, o filho de Deus, e seu nome sobre a Terra será Jesus-Maria, pois ele salvará o povo de seus pecados todo aquele que se arrepender e obedecer sua Lei”.
"Portanto, não comerás carne, nem beberás bebidas fortes [alcoólicas], pois a criança será consagrada a Deus ainda no ventre de sua mãe, e ele não comerá carne nem tomará bebida alcoólica”... E no mesmo dia o anjo Gabriel apareceu a José em sonhos e disse-lhe: "Salve, José, és o escolhido, pois a paternidade de Deus está contigo. Abençoado sejas tu dentre os homens, e abençoado seja o fruto de tua semente"... Então José, despertando de seu sono, fez com forme o anjo lhe havia ordenado, e foi até Maria, sua noiva recém-desposada, e ela concebeu em seu ventre o Santo". [Cap. 2, vers. 3 e 4, 6 e 7, 9 e 12. Todos esses versículos foram alterados e/ou extirpados do Evangelho de Lucas na Vulgata latina].

(2). Sobre o Renascimento da Alma [reencarnação], capítulo 37, é dito: "Jesus sentou-se no pórtico do templo e alguns vieram para ouvir sua doutrina. E um deles disse-lhe: 'Mestre, que ensinas sobre a vida?'

E ele lhes disse: “Bem-aventurados os que passam por muitas experiências, porque pelo sofrimento tornar-se-ão perfeitos; eles serão como os anjos de Deus no céu, e não mais morrerão nem nascerão mais, pois a morte e o nascimento não terão mais domínios sobre eles”... “A luz brilha do Oriente para o Ocidente; das trevas o Sol se eleva, e de novo torna a descer nas trevas assim sucede ao homem em toda a eternidade”... “Quando vem das trevas, antes já viveu, e quando mergulha nas trevas, isso acontece para que descanse um pouco e em seguida novamente existir”. [Cf. (Clic): ‘O  Renascimentro da Alma - O Evangelho dos Doze Santos’, vers. 6 e 7. Extirpados do Evangelho de João].
 
(3). 'E vieram alguns de seus discípulos e falaram-lhe a respeito de certo egípcio, um filho de Belial, que ensinava ser lícita a tortura de animais, desde que seus sofrimentos trouxessem benefício aos homens'.
Jesus diz: “Na verdade eu vos digo que aqueles que partilham dos benefícios obtidos praticando atos contra uma das criaturas de Deus não podem ser íntegros, nem podem aqueles cujas mãos estejam machadas de sangue, ou cujas bocas estejam contaminadas pela carne, tocar as coisas santas, ou ensinar os mistérios do reino”.
“Deus concede os grãos e os frutos da terra para alimento e, para o homem verdadeiramente íntegro não há outro sustento para o corpo que seja lícito”.

"...Portanto, digo a todos os que desejam ser meus discípulos: mantende vossas mãos afastadas do derramamento de sangue, e não permitais que qualquer alimento de carne [animal] entre pela vossa boca, pois Deus é justo e magnânimo, tendo ordenado que o homem viva somente de frutas e sementes da terra". (Cap. 38: vers. 1, 2, 3 e 4 (parte), de ‘O Evangelho dos Doze Santos’). [Cf. (Clic): Capítulo 38> JESUS ERA VEGETARIANO  - (Fonte: janeladaalma.blogspot.com.br e magisterlux.com (n/antigo site)].
 
'O Evangelho dos Doze Santos' -, mais conhecido na Europa como ‘O Evangelho da Vida Perfeita’ -, tem curiosa história: Escrito em aramaico, língua que Jesus falava, foi entregue a um mosteiro budista para ser preservado para a posteridade. Deus um dia enviaria um estrangeiro conhecedor do aramaico como seu mensageiro, que daria conhecimento ao mundo.

Na época, a Igreja destruía todos os antigos manuscritos para ninguém descobrir as "correções", adulterações e extirpação de ensinos originais que, em seus concílios como o de Nicéia (325 D.C.) e o II de Constantinopla (553 D.C.), vinha montando o "novo testamento". E o Evangelho de Lucas e de João,  foram  então os mais prejudicados - basta compara-los com os originais desse "apócrifo": 'O Evangelho dos Doze Santos'...

Séculos se passaram; a Índia era colônia inglesa quando por fim ali chegou o Rev. G. J. Ouseley, estudioso do aramaico e os monges budistas logo lhe entregaram o manuscrito sagrado... Profundamente tocado pelo conteúdo que revelava a série de passagens extirpadas da Vulgata latina, sentiu o impulso de traduzi-lo para o inglês, e o publicou em Londres (1902).

Depois foi editado noutras línguas sob o título ‘O Evangelho dos Doze Santos’. Adquirimos a sua versão alemã no Lectorium Rosicrucianum sede de Haarlem-Holanda; a Editora Rosacruz-Áurea (SP) publicou-o no Brasil em 1985 (foto).
 

Experienciar e comprovar as coisas por si próprio, sempre foi o portal seguro para resgatar a autonomia de consciência e o livre pensar. Somente quem sai “em busca da verdade” pode achar respostas às suas indagações mais profundas porque “o Universo conspira a favor”, e as respostas vêm de modo mágico graças ao auxílio dos Anjos da Sincronicidade, instrumentos do ‘Self’, o ser quântico interior, que constela os eventos significativos...
A terapeuta holística Dra. Míria de Amorim estudou psicologia junguiana e alquimia, pôde comprovar na prática médica a inter-relação entre o universo interior e o exterior, ao experienciar isto em si mesma. Passou então a prescrever altas dinamizações de homeopatia a seus pacientes, para reequilibrar os corpos físico, emocional, mental e espiritual, obtendo incríveis curas que relata em livro. Assisti à palestra sua no Country Clube de Nova Friburgo em 29.01.2002, quando me autografou: 'Uma Sincronicidade Para a Cura'.

Ali, ela cita o fundamento quântico no processo de cura: “O ser quântico não experimenta dicotomia entre exterior e interior, porque os dois, o mundo interior da mente (de ideias, valores, noções de bondade, verdade e beleza) e o mundo exterior da matéria (dos fatos), dão origem um ao outro. De alguma forma importante a consciência é o relacionamento entre partículas quânticas elementares, só que em ponto grande. A dualidade mente e corpo no homem é um reflexo da dualidade onda/partícula que é subjacente a tudo que existe. Assim, o ser humano é um minúsculo microcosmo do ser cósmico”. (Danah Zohar). [Cf. obra citada, p.9. Míria de Amorim. Edit. Caravansarai. 2001].

Agora, talvez pergunte: Que mistério se esconde dentro e por trás de nós?  “Fazer a si mesmo perguntas mais profundas revela novas maneiras de estar no mundo. Traz um sopro de ar fresco. Torna a vida mais alegre. A grande jogada na vida não é saber, mas mergulhar no mistério”. (Fred Alan Wolf). [Cf. ‘Quem Somos Nós’, p. 33].
Veja tb.: ‘Física Quântica & Sonhos: Sua Vida é um Sonho?’    
Luz, Amor & Paz! (Campos de Raphael).

 























 

 

 

 

 

 

 

 

 




 

 
 



















Nenhum comentário:

Postar um comentário