anjinhos

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

A MAGIA DAS PALAVRAS: Falar em Anjos... (Campos de Raphael).

“Uma das coisas que estão acontecendo em nosso planeta é o desenvolvimento de nova forma de arte. Acho que os reinos divinos estão nos pedindo para criarmos um novo lugar. Chamo isso de 'criatividade sagrada'. Temos a oportunidade de criar pelo impessoal, pela porção mais poderosa dentro de nós. Temos a possibilidade de fundir os véus do firmamento e deixar que a glória de Deus flua em nossas atividades: criar músicas jamais criadas; ou cores nunca vistas"... (K. Martin-Kuri). ['Anjos: Mensageiros Misteriosos'. Rex Hauck].
V. tem um Anjo Guardião!
Clic e conheça seu Amigo Angélico. (viverempaz).

"A experiência mais bonita que se pode ter é a do misterioso... Aquele para quem esta emoção é estranha, quem não mais pode pausar para admirar e maravilhar-se, é como se estivesse morto". (Albert Einstein). [Cf. 'Uma Sincronicidade Para a Cura', p.09. Míria de Amorim. Editora Caravansarai].


 

A MAGIA DAS PALAVRAS - Falar em Anjos. (Campos de Raphael).
“Somos máquina de produzir realidade. Criamos constantemente os efeitos da realidade. Se tiramos informação de uma base de conhecimentos pequena, temos uma realidade pequena. Se temos uma base de conhecimento ampla, temos uma realidade ampla”. Dr. Joe Dispenza. ['Quem Somos Nós', p.109. Prestígio Editorial].

Recentemente, numa manhã de domingo, caminhávamos com os fox-paulistinhas no calçadão rumo à Praia das Tartarugas de Rio das Ostras (RJ), e uma senhora de um grupo na areia correu em nossa direção. Pensei que viesse ver de perto os cães, mas logo a reconheci; ela e o marido cuidavam da livraria de usados, próxima de nosso ex-apartamento em Nova Friburgo.

Há mais de dois anos, porém que não nos víamos e quis saber notícias. Contei-lhe que, após a partida da companheira de jornada para o reino das almas, estava cônscio de que dois ciclos de sete anos se completaram em Friburgo; e como a cada ciclo de sete anos alguma mudança acontece na minha vida, sabia que outro ciclo ali se iniciava e uma nova etapa se nos abriria em algum lugar, mas ainda não me fôra mostrado aonde...

E orara então um Pai-Nosso e pedindo aos anjos que nos guiassem a um lugar mais favorável para darmos continuidade à tarefa de divulgar o trabalho angélico aqui e agora em nossas vidas; e, se possível, uma casa com jardim para nossos pequenos companheiros de jornada - nove gatos e dois foxes!

“A fênix da vida interior ressuscita das cinzas nas quais esteve deitada durante muito tempo como morta, mas os abutres de outro mundo também começam a bater as asas. É por isso que deves tomar cuidado... Se um guia, um irmão de outro mundo espiritual te quer aparecer, deve poder fazê-lo sem despojar a tua consciência. Podes pousar a mão sobre ele como Tomé, o incrédulo”... (Gustav Meyrinck). [Cf. ‘O Despertar dos Mágicos’, p. 429. Difusão Europeia do Livro. 1969].

E já na semana seguinte, minha irmã caçula que viera de Florianópolis para o cerimonial de cremação das vestes mortais da falecida, insistiu para descermos à Rio das Ostras; acabei concordando, pois nos seria benéfico purificar a aura nas águas do mar e descarregar as tensões, então acumuladas no corpo físico.

Viéramos de ônibus e logo ao chegarmos eu quis primeiro dar uma volta à beira-mar. Quando viemos para a cidade do Rio de Janeiro, morávamos nas proximidades das praias de Botafogo e Flamengo. Mais tarde fomos residir no litoral de São Paulo, porque me acalma contemplar as ondas do mar; e o contato direto com suas águas purificadoras, leva-me sempre agradecer aos anjos do mar, pois graças a eles podemos sobreviver neste planeta. E há tempos não descia da Serra para a praia, nem desfrutava da brisa marinha.

Decidimos, porém almoçarmos antes e depois saber sobre aluguéis de casa. E o Restaurante “Aquarius” me atraiu porque o nome me lembrou a I Conferência de Aquarius, que participara na Holanda... Terminada a refeição, vimos uma imobiliária ali perto e fomos lá pesquisar os aluguéis. A corretora, ao saber o que eu buscava, levou-nos direto para uma casinha com jardim no bairro Operário; e ao vê-la, tive a intuição de ser o lugar indicado pelos anjos...

“Os seus amigos o conhecerão melhor no primeiro minuto em que se conhecerem do que os seus conhecidos em mil anos”. (Richard Bach). [‘Ilusões’, p. 53. Record].
E, ao ouvir esse relato, os olhos de minha amiga friburguense logo se encheram de lágrimas; ela sentia essa emoção, sempre que lhe falava algo sobre anjos, e ela quis saber o porquê dessa reação. Expliquei-lhe que as pessoas sensíveis, mesmo sem vê-los, podem sentir sua presença benfazeja. E quando se fala em Anjos,  isto nos conecta direto com o reino angélico, porque eles são os mensageiros de Deus junto a nós, o que pode evocar uma emoção inconsciente.

Na verdade, nossa palavra é mágica e falar em anjos evoca naturalmente a presença deles. Nossos pensamentos e as palavras expressam vibrações, que atraem e liberam energias no campo eletromagnético planetário ao redor, como no campo energético etérico-astral da aura pessoal, o campo eletromagnético que envolve nosso corpo físico. 




E quem se conscientiza da magia da palavra, procura banir expressões, frases negativas e palavrões, por saber que sua baixa vibração afeta e cria brechas no campo protetor áurico, deixando a mente aberta às sugestões de entidades das trevas, como evocam também “as forças espirituais do mal nas regiões celestes”. (Paulo. Efésios, 6.12).

"Assim como é em cima, é embaixo". (Hermes Trismegisto).

Somos magos inconscientes: nascemos com o divino poder de escolha, atrair ou repelir forças benéficas ou maléficas, segundo o nosso livre-arbítrio. E karma, em sânscrito, significa escolha e ação. Por isso, a todo o momento cada um de nós pode fazer a sua escolha, consciente ou inconsciente, de manter a sua vida voltada para baixo, o mundo das coisas materiais, ou voltar-se para o Alto, o mundo das coisas do Espírito.

“Quando apresentamos a palavra escolha, como o fato de a consciência escolher entre os eventos possíveis, surge o fato concreto da experiência. E assim, pela primeira vez, a ciência encontra o livre-arbítrio”. Amit Goswami. Ph.D. [Cf. ‘Quem Somos Nós?’, p. 182. Prestígio Editorial].

Possa você usar o seu livre-arbítrio para fazer a escolha correta e mudar o rumo de sua vida. E pode ter certeza de que os Anjos de Deus irão auxiliá-lo e protegê-lo em sua jornada para o Alto...
Outros Textos - Amplie seu conhecimento: "Se quisermos possuir a sabedoria precisamos aprender a obtê-la”. [‘O Segredo da Flor de Ouro’, p. 16. C.G. Jung].
'Os Anjos Guardiões'. (Lorna Byrne).
'Como os Anjos Vêm a Nós' - (Linda Georgian). 
Clic tb.: Anjos nos Campos de Batalha da Vida. (Campos de Raphael).
VÍDEOS: "Nascemos e existimos no Espírito universal; participamos da mesma vida e formamos no espaço infinito um só corpo cósmico". (Oscar Quiroga). (Clic): Astrologia Real (Quiroga).
'Ninguém Entra em Nossas Vidas Por Acaso'.
O macrocosmo e o microcosmo refletem um só Todo: "Assim como em cima, é embaixo". (Clic)100 milhões de anos-luz da Terra.
V. pode curar a si mesmo e curar a outrem:
•Veja tb. (Clic): The Rural Women Solar Engineers of Africa. [].
  Luz, Amor e Paz! (Campos de Raphael).


Nenhum comentário:

Postar um comentário