anjinhos

sábado, 17 de março de 2012

ANJOS - Agentes Espirituais da Sincronicidade. (Terry Lynn Taylor).

INTRÓITOS:
V. tem um Anjo Guardião! Ele o acompanha sempre, desde a tessitura de seu corpo físico!
(Clic): "O Anjo da Guarda de seu nascimento". (Monica Buonfiglio).
(E tb.): 'OS ANJOS GUARDIÕES'.
Clic tb.: 'Conecte com Seu Anjo Guardião' - (Linda Georgian).

"Para quem sabe que nada sabe":
LEIA: O PODER DO CORAÇÃO.
(Clic): 'A CRISE ATUAL DE CONSCIÊNCIA E AS PREVISÕES MAYAS 2012-2032'.
anjosensinosluz.blogspot.com -/

Amplie o seu conhecimento: O macrocosmo e o microcosmo humano refletem um só Todo. E, por isso, Hermes Trismegistos já afirmava: "Assim como em cima, é embaixo"...
(Clic): 100 milhões de anos-luz da Terra.
Processo de Autoconscientização. V. pode curar a si mesmo. Aplique e mude a vida! (Clic): Processo havaiano - Ho’oponopono.

Astrologia & Psicologia: "Nascemos e existimos no Espírito universal; participamos da mesma vida e formamos no espaço infinito um só corpo cósmico".   (Oscar Quiroga).
(Clic): Astrologia Real (Quiroga).

(Clic): NADA NA VIDA É POR ACASO.

V. sabia? O Tempo influi em nosso humor; e a Lua afeta a natureza e todos os seres vivos?! (Clic): Lua Cheia de Buda. (Quiroga).
Festa de Wesak na Lua Cheia. 2011. (Izabella).
(Clic): Qual a fase da Lua hoje?

V. quer vir à praia em Rio das Ostras? Veja:
(Clic): Meteorologia local e Mapa dos Arredores.
Clic tb.: Últimas Notícias Google.

ANJOS - AGENTES ESPIRITUAIS DA SINCRONICIDADE. (Terry Lynn Taylor).
“Você já pensou que há na coincidência algo mais do que simplesmente um acaso aleatório? O psicólogo Carl Jung e o físico Wolfgang Pauli pensavam assim e denominaram esse ‘algo mais’ de sincronicidade”.

A sincronicidade envolve o relacionamento interdependente peculiar de dois eventos cuja conexão é evidente para o observador, mas cujo relacionamento não pode ser explicado pelo princípio da causalidade. Esses eventos contemporâneos parecem influenciar um ao outro de maneira para as quais ainda não temos uma explicação científica.

Jung explorou o relacionamento entre eventos “aleatórios” objetivos e o estado “psíquico” subjetivo do observador desses eventos. Uma das teorias de Jung é a de que os mundos interior e exterior estão misteriosamente ligados, de modo que algo que acontece no mundo exterior afeta o que está acontecendo no mundo interior, ou vice-versa.

Muitas teorias de poder psíquico dizem que a mente exerce influência sobre a matéria, ou que a mente pode sentir ou prever eventos distantes no tempo e no espaço.

Outra explicação possível do “algo mais” poderia ser que eventos acontecendo neste momento são parte de um padrão mais amplo que foi estabelecido antes, ou que os eventos estão sendo controlados no cosmos por uma agência que organiza coincidências Essa agência poderia envolver anjos no “controle de coincidências cósmicas”.
Minha visão particular é que os anjos são agentes da sincronicidade... não apenas arranjam coincidências úteis como podem usar esse poder para nos enviar mensagens. Um dos modos pelos quais se comunicam conosco é através de ‘sincronismos’.

Sincronismo é a coincidência na qual você reconhece aquele estranho “algo mais”. Os sincronismos são difíceis de descrever; precisam ser experimentados e explorados pessoalmente.

O primeiro passo para desenvolver sua capacidade de experimentar sincronismos é sintonizar sua consciência nos eventos e símbolos que têm significado para você. Obviamente, eu tenho interesse por anjos e muitos de meus sincronismos envolvem música com a palavra anjo.

Há uma loja musical onde estive cinco ou seis vezes e a cada vez estava tocando um tipo diferente de música, e em cada uma dessas vezes ouvi ao menos uma música com a palavra anjo na letra. Com freqüência liguei o rádio para descobrir que estavam tocando uma música com anjo no título ou que uma frase sobre anjos estava sendo cantada exatamente naquele momento.

Uma maneira de explorar a sincronicidade é através de leituras das cartas ANGEL®, através de consultas ao I Ching ou mesmo através de leituras do Tarô. Esses sistemas não se destinam a revelar o futuro, mas a tornar visível o que está acontecendo no presente, refletindo nosso estado mental e o caminho que estamos percorrendo no momento. Não repita as mesmas perguntas várias vezes; uma vez é suficiente. (Diz o antigo ditado: ‘o mestre fala apenas uma vez’).
Use instrumentos como esses apenas como um meio de adquirir percepção, não como muletas para tomar decisões. A sincronicidade pode nos ajudar a nos tornarmos mais conscientes do que está se passando em nossa mente inconsciente.

Os sincronismos são pessoais e fica por sua conta deduzir o “algo mais” – o significado deles. Isso é complicado, pois como sabemos de fato o que esses eventos significam? Tenho cuidado para não ficar excitado demais com os detalhes dos sincronismos. Não tome decisões importantes com base em significados mais profundos que você tenha descoberto numa situação particular.

Uso os sincronismos, basicamente, como uma indicação de que estou no caminho correto, no lugar correto, para a lição correta no tempo correto. A mera aparição de um sincronismo compulsivo pode ser a própria mensagem, revelando-lhe que você está desempenhando um papel num padrão mais amplo, controlado por influências invisíveis.

“Os sincronismos também são divertidos e tornam a vida mais interessante e adornada de humor. Explore suas habilidades psíquicas e defina seus eventos sincronísticos como preferir; não há regras”... [Ω].
[Cf. ‘Anjos, Mensageiros da Luz’, p.60/62. Terry Lynn Taylor.]. [®].

Nenhum comentário:

Postar um comentário