anjinhos

sábado, 26 de dezembro de 2015

CONTO RUSSO DE NATAL: 'AMOR É ISSO!' (Leon Tolstoi - Renomado escritor russo).

 Seja Bem-vindo! - Welcome! - Bienvenido! 

Mensagem de Natal! 'The Christmas Tree'.Animated.

 Mensagem ao Aniversariante do Dia!(*) 'Somos seres espirituais vivendo experiências numa veste  humana... Ninguém nasce por acaso certo dia e hora, como mostra o mapa astrológico e o 'oráculo dos anjos'... A consciência da Alma-Espírito, porém, ao adentrar uma veste feminina ou masculina esquece sua origem, a missão e/ou lições de vida que escolheu experienciar no 'campo quântico de possibilidades'... Mas, as características do 'Anjo da Guarda do dia de seu natalício', revelam as potencialidades e qualidades que, antes de nascer, você escolheu vivenciar para expandir a consciência do 'Self' imortal -, figurado às vezes como uma 'criança divina'... NOTE BEM: Muito embora a infância esteja predeterminada pelas escolhas a nível da Alma ou fator kármico, é-nos dado aqui a opção de mudar o roteiro na adolescência e vida adulta, seja rumo ao alto, o 'Bem Superior', ou para baixo, o 'Mal': "O que homem semear, isso colherá"... Tudo faz parte de seu aprendizado! (Campos de Raphael).
  
 “O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá mais se tem”... (Saint-Exupéry).

Escolha abaixo sua música, que aquiete a mente e 'fale' ao 
coração... Minimize, reabra o portal e a ouça durante a leitura:

 

Anjo do Dia: 'ANAUEL'. 63º Gênio. Categoria Angelical: 'Arcanjos'. Príncipe-Arcanjo: Mikael. Protege nascidos em 26/Dez., 09/Março, 21/Maio, 02/Agosto e 14/Outubro. Carta do Tarot: A Morte. Número de sorte: 13. Mês de mudança: Abril. Planeta: Mercúrio. Hora: 20:40 às 21:00 da tarde. Salmo: 02. "Este anjo ajuda a encontrar a verdadeira espiritualidade e a obter sabedoria. Protege contra problemas de saúde, acidentes e preserva a paz nas famílias, neutralizando as maldades dos inimigos"... Profissionalmente: "Como antropólogo ou paleontólogo, será capaz de realizar transformações na história. Poderá destacar-se pelo estudo das filosofia esotéricas e escritos sobre a vida de Cristo. Por sua sagacidade, dedicação e facilidade de adaptação, poderá ter sucesso em qualquer carreira que abraçar"...

Gênio contrário (**): "Domina a loucura, o desperdício e o protesto por dívidas. A pessoa sob esta influência, poderá arruinar-se devido a sua má conduta; tornar-se corrupta, descobrindo através de suas faculdades sensitivas, o ponto fraco das pessoas, para explorá-las com certo ar de arrogância; viver pedindo dinheiro emprestado, para nunca pagar"... [Fonte: 'Anjos Cabalísticos', p. 148/49. Monica Buonfiglio. 1993].

(**) 'Gênio contrário'. [Veja o conceito 'sombra' junguiano]. "Jung parte da experiência humana de que temos não apenas lados bons e luminosos, mas também lados sombrios... traços e aspectos obscuros da personalidade (persona, 'máscara', em grego)". Isto explica por que o gênio contrário atua em oposição às qualidades luminosas do anjo da guarda e a alegoria religiosa representarem-no como Satanás ('o opositor') ou Mara (Budismo). "Fazem parte da sombra todas as porções reprimidas, inferiorizadas e culposas de uma pessoa, que a dominam de modo inconsciente e anseiam pela integração à consciência"... O gênio contrário perde seu poder, quando dele nos conscientizamos em nossas ações impulsivas e reações negativas e aprendemos a controlar tais impulsos, integrando-os à luz da consciência: "As trevas não suportam a Luz!"... (Campos de Raphael).

Saiba mais sobre o seu Anjo e sua categoria 'Arcanjos' (click):

Conheça Rio das Ostras e suas Praias:
Clicl-Foto: Conheça as Praias de Rio das Ostras/R.J. Brasil
 
O MAIS BELO CONTO DE NATAL! - 'AMOR É ISSO'. (León Tolstoi).
INTROITO: Li pela primeira vez esse belíssimo conto do escritor russo, Leon Tolstoi, em "Seleções do Reader’s Digest’, p. 95 Abril de 1983... A história me tocou profundamente, e ainda hoje mexe com meu coração, quando o humilde sapateiro abre a Bíblia numa certa página, alheia a sua vontade consciente, e encontra a mensagem significativa que sua Alma precisava tanto ouvir naquele momento.

Talvez ainda me emocione porque aconteceu algo parecido comigo em 1982, num momento em que me sentia como num beco sem saída e sem saber como dar continuidade ao Caminho. Reencontrei uma obra esquecida na estante, há sete anos. Abri uma página aleatória, e li certo trecho de Carl Jung, contendo a resposta e a orientação tão ansiada, que desceu como bálsamo à minha Alma em aflição. Trata-se de 'coincidências significativas', só explicáveis pela ajuda amorosa dos Anjos da Sincronicidade.

A obra era 'O Segredo da Flor de Ouro', antigo texto da sabedoria chinesa comentado por Jung. Nele, incluiu "A Psicologia Moderna Abre uma Possibilidade de Compreensão', dizendo: "Através da experiência prática abriu-se para mim um acesso totalmente novo e inesperado à sabedoria oriental"...

Comprovei então porque Jan van Rijckenborgh, grão-mestre da Escola Espiritual da Rosacruz Áurea quando fomos alunos (1956-1982), via em Carl Jung um dos obreiros da Fraternidade Universal, que vêm auxiliar na expansão de nossa Consciência Divina.

Carl Jung abriu-nos a oportunidade de ampliar a compreensão sobre os eventos inesperados que nos acontecem, para além do controle da vontade cega do ego. E o trabalho de Jung, cria a possibilidade de que se alcance outro patamar de compreensão e uma perspectiva mais ampla do sentido de nossas vidas...
(Campos de Raphael)

 “Em certa cidade russa morava o sapateiro Martin Avdéich. Ele vivia num quartinho de um porão, com uma pequena janela que dava para a rua. E só podia ver os pés de quem passava, mas Martin reconhecia as pessoas pelas botinas que consertara"...

Tinha muito serviço, pois trabalhava bem, usava material de boa qualidade e não cobrava caro. Anos antes, sua mulher e seus filhos haviam morrido, e o desespero de Martin fora tão grande que ele chegara a exprobrar a Deus”.

Certo dia apareceu um velho da aldeia natal de Martin, que se tornara peregrino e homem santo. Martin desabafou com ele. “Já não tenho desejo de viver”, disse ele. “Já não tenho esperanças”...

E o velho respondeu: “Você está desesperado porque deseja viver para sua própria felicidade. Leia os Evangelhos: lá verá como Deus gostaria que você vivesse”…

Martin comprou então uma Bíblia. A princípio, só pretendia ler nos dias santos, mas, o seu coração ficara tão leve depois que começou, que ele lia todos os dias...

Martin comprou então uma Bíblia. A princípio, só pretendia ler nos dias santos, mas, o seu coração ficara tão leve depois que começou, que ele lia todos os dias...

Foi assim que uma noite, bem tarde, no Evangelho de São Lucas, Martin chegou ao trecho em que um fariseu rico convidou o Senhor para ir à sua casa. Uma mulher, que era pecadora, chegou e ungiu os pés do Senhor e os lavou com suas lágrimas. Disse o Senhor ao fariseu:

- “Vês esta mulher? Entrei em tua casa, não me deste água para os pés; mas esta, com as suas lágrimas, regou os meus pés, e os enxugou com os seus cabelos… Não ungiste a minha cabeça com bálsamo: e esta com bálsamo ungiu os meus pés”... (Lucas 7:44-46).

Martin ficou pensando. Ele deve ter sido parecido comigo, aquele fariseu. Se o Senhor viesse ter comigo, eu procederia também assim? Depois deitou a cabeça sobre os braços e adormeceu. De repente, ouviu uma voz e acordou sobressaltado. Não havia ninguém ali,.. mas ele ouviu claramente:

- “Martin! Olha para a rua amanhã, pois Eu virei”...


Na manhã seguinte, Martin levantou-se antes do raiar do dia, acendeu o fogo e preparou uma sopa de repolho e mingau. Depois vestiu o avental e sentou-se junto à janela, para trabalhar...

Pensando na noite anterior, ele olhava mais para a rua do que trabalhava. Sempre que passava alguém com botinas desconhecidas, olhava para cima para ver o rosto. Passou o porteiro de uma casa, depois o carregador de água. Dali a pouco o velho Stepánich, que trabalhava para o comerciante vizinho, começou a limpar a neve defronte da janela de Martin.


Olhou para ele e continuou a trabalhar; depois de ter dado uma dúzia de pontos, tornou a olhar para fora. Stepánich tinha encostado a pá na parede e ou estava descansando, ou procurando aquecer-se. Martin foi até a porta e chamou-o...
- “Entre”, disse, “e se aqueça um pouco. Deve estar com frio”.

- “Deus te abençoe!” respondeu Stepánich, e entrou, sacudindo a neve e limpando os pés. Nisto, cambaleou e quase caiu..

“Não se incomode”, disse Martin. “Sente-se e tome um pouco de chá”. Enchendo dois copos, ele passou um ao seu visitante. Stepánich esvaziou o copo, dando sinais evidentes de que gostaria de tomar mais. Martin tornou a encher o copo. Enquanto bebiam, Martin ficou olhando para a rua.

- “Está esperando alguém?” perguntou o visitante.

- “Ontem à noite”, respondeu Martin, “estava lendo que Cristo foi à casa de um fariseu que não o recebeu com as devidas homenagens. Suponhamos que uma coisa dessas acontecesse comigo? O que eu não faria para recebê-Lo! Então, enquanto dormia, ouvi alguém cochichando: "Olha para a rua amanhã, pois eu virei”...

Quando Stepánich ouviu aquilo, as lágrimas começaram a escorrer por suas faces. “Obrigado, Martin Avdéich. Você me reconfortou, na alma e no corpo”... Stepánich foi embora, e Martin sentou-se para costurar uma botina...

Quando olhou pela janela, viu uma mulher de sapatos de camponesa que passou e parou junto da parede. Martin viu que estava vestida com roupas pobres e tinha um bebê no colo. E de costas para o vento, ela procurava agasalhar o bebê junto do corpo, embora vestisse apenas roupas leves e surradas. Martin saiu e os convidou a entrar. Ofereceu-lhe pão e sopa.

- “Vá, coma, minha cara, e aqueça-se bem”, disse ele. E enquanto comia, a mulher lhe contou quem era. “Sou mulher de soldado. Mandaram meu marido para longe, há oito meses, e não tive mais notícias dele. Não consegui arranjar trabalho e fui obrigada a vender tudo o que possuía para comprar comida. Ontem empenhei o meu último xale”...

Martin foi buscar um casaco velho. “Tome”, disse ele. “Está surrado, mas serve para agasalhar o bebê”. A mulher pegou o casaco e rompeu em prantos. “O Senhor o abençoe”. Martin sorriu e contou a ela sobre seu sonho e a visita prometida.

- “Quem sabe? Tudo é possível”, disse a mulher. Ela se levantou e embrulhou o casaco em volta de si e do bebê. “Tome isto”, disse Martin, dando-lhe dinheiro para tirar o xale do penhor. Depois acompanhou-a até a porta.

Martin tornou a sentar-se para trabalhar. Cada vez que aparecia uma sombra na janela, ele olhava para cima, para ver quem estava passando. Depois de algum tempo, viu uma mulher vendendo maçãs numa cesta. Às costas, tinha um saco pesado, que ela queria mudar de posição.

Quando ela pôs a cesta junto de um poste, um menino com um boné esfarrapado pegou uma maçã e tentou fugir, mas a mulher agarrou-o pelos cabelos. O garoto gritou, e a mulher ralhou com ele.

 Martin correu para a rua. A mulher estava ameaçando levar o menino à polícia. “Deixe-o ir, vovó”, disse Martin. “Perdoe o menino, pelo amor de Cristo”. A velha largou então o garoto.

- “Peça perdão à vovó”, sugeriu Martin ao menino. O menino começou a chorar e a pedir perdão. Martin pegou uma maçã da cesta e a deu ao menino, dizendo: “Eu lhe pago, vovó”...

- “Esse capeta devia levar uma surra”, resmungou a velha.

- “Ah, vovó”, disse Martin, “se ele devia ser surrado por roubar uma maçã, que é que nos deveria acontecer, pelos nossos pecados? Deus manda que perdoemos, do contrário não seremos perdoados. Devemos, sobretudo, perdoar a um menino irresponsável”...

- “Isso é bem verdade”, concordou a velha, “mas é que eles estão ficando levados da breca”.

Quando ela ia levantar o saco para as costas, o garoto deu um salto à frente. “Deixe que eu carregue para a senhora, vovó. Vou na mesma direção”. Ela pôs o saco nas costas do menino e eles foram andando juntos pela rua.

Martin voltou ao trabalho; dali a pouco, ele já não conseguia ver e nem podia passar a agulha pelos furos no couro. Juntou suas ferramentas, varreu o chão, acendeu e colocou um lampião na mesa.


Pegou depois a Bíblia da prateleira; pretendia abrir o livro num lugar que havia marcado, mas ela se abriu em outra página. Então, ouvindo passos, ele olhou em volta. Uma voz sussurrou em seu ouvido:


- “Martin, você não me conhece?” - “Quem é?” murmurou Martin.

 
- “Sou eu”, disse a voz — e, de um canto escuro do quarto, apareceu Stepánich, que sorriu e, desaparecendo como uma nuvem, não mais foi visto.

- “Sou eu”, tornou a dizer a voz - e apareceu a mulher com o bebê ao colo. Ela sorriu, o bebê riu-se, e eles também desapareceram.

- “Sou eu”, disse a voz, ainda uma vez. A velha e o menino com a maçã apareceram, sorriram e desapareceram.

A alma de Martin alegrou-se. Ele começou a ler o Evangelho, onde estava aberto. E no alto da página, dizia:

“Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era hóspede, e me recolhestes”. (Mateus, 25:35).

E no fim da página, ele leu: “Quantas vezes vós fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim é que o fizestes”... Mateus 25:40. (*).

Martin compreendeu então que o Salvador, na verdade, tinha vindo a ele naquele dia, e que o recebera bem… (Léon Tolstoi*. Extraído de‘Seleções do Reader’s Digest’, p.95; abril. 1983). [®].

(*) Nota: León Tolstoi (1828-1910): “É considerado o representante máximo da literatura nacional na Rússia, e um dos que mais influenciaram a arte literária de todo o mundo”. - ( 'Enciclopédia Novo Século’.Visor). E também admirado por ‘Guerra e Paz’, ‘Ana Karenina’, ‘O reino de Deus está em vós’, entre outras obras... [@®].

Comentário[@®]: Quando Jesus fala aqui de seus "...irmãos mais pequeninos", refere-se a todos os seres criados por Deus -, inclusive aos animais, porque toda a Criação traz dentro de si a mesma Essência Divina, que está dentro de cada um de nós: "o reino de Deus está dentro de vós"...

No apócrifo, 'O Evangelho dos Doze Santos', cujo manuscrito em aramaico ficou preservado há séculos num mosteiro budista hindu, e entregue na Índia em 1881 ao revendo inglês J. Oueseley, um estudioso do aramaico, Jesus fala dessa Essência Divina que o interliga a todos os seres, em 'Jesus Condena Maltratar os Animais', cap. 38. 4 e 6:

4."Portanto, digo a todos os que desejam ser meus discípulos: mantende vossas mãos afastadas do derramamento de sangue e nem permitais  que qualquer alimento de carne entre pela vossa boca, pois Deus é justo e magnânimo, tendo ordenado que o homem viva somente  de frutas e sementes da terra”.... [onfira, Gênesis 1:29: “ E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda erva que dá semente e que está sobre a face de toda a terra e toda árvore em que há fruto que dá semente, ser-vos-ão para mantimento”.].

6“...E aquilo que fizerdes ao menor destes meus filhos, a mim o fazeis. Pois eu estou neles, e eles em mim. Sim, estou em todas as criaturas, e todas as criaturas estão em mim. Alegro-me em todas as suas alegrias, e aflijo-me em todas as suas tribulações. Portanto, vos digo: sede complacente uns para com os outros e para com todas as criaturas de Deus”...

Você pode comprovar essas palavras diretamente no texto que republicamos em 13 de fevereiro de 2014 em nosso http://anjosensinosluz.blogspot.com/(Click): 'Jesus Advertia Sobre Maltratar aos Animais - ('O Evangelho dos Doze Santos' - 'O Evangelho da Vida Perfeita', cap. 38. - (Campos de Raphael).


Conheça também: http://anjosensinosluz.blogspot.com/
[Texto original publicado inicialmente pelo nosso 'olhodehorus.blogspot.com'/ Em 4 de Janeiro de 2009].

Click na imagem e veja também:
 'A Iluminação é Iluminar de Onde Você está Exatamente Agora'

      
E para ampliar a consciência: 
Mantenha sempre aberta a Janela de sua Alma!

"Quem é Você... Realmente?!" - 'Who You really are?!'
A verdade sobre quem você é está além de qualquer conceito sobre quem você é, por mais ignorante ou esclarecido, inútil ou grandioso [que se julgue ser]. A verdade sobre quem você é está livre de tudo isso...

Física Quântica & Novas Formas de Olhar - Lynn McTaggart:


 Maravilhoso' - (Fotos de mary maestri).


'Conhece-te a Ti Mesmo e Escolha a Paz!' - (Gangaji).
[Repassado por http://anjosensinosluz..blogspot.com/]

Dicas de Raphael & Seus  'Anjos de Cura':
Você ainda desconhece, o que no seu corpo acontece?!
'Bicos de papagaio', dores de coluna, articulações, pedras nos rins? Pode ser carência de magnésio no organismo! Veja o segredo médico revelado pelo experiente Clínico, Dr. Luiz Moura:
1º. O Cloreto de Magnésio. (Dr. Luiz Moura).
2º. Magnésio & Arte de Viver – Pró-Rim.
3º.  ‘Vitamina D – A Cura Proibida’. 
.  'O Milagre de Gerson'. 

 Click no 'Coração-de-Luz' e conheça:
   "A Divindade em mim, saúda a Divindade em você!"
Luz, Amor e Paz! (Campos de Raphael).
[Reeditado c.novas imagens em 26 de Dezembro de 2015 - Rio das Ostras/Rio de Janeiro - ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário