anjinhos

quarta-feira, 1 de maio de 2013

'DEUS EM TI' - O PENTAGRAMA DE HILARION. (Poema).

Guardião do Dia: 'Veuliah' - Um 'Anjo de Cura', regido por Raphael. Protege quem nasce em 01/05, 13/07, 24/09, 06/12 e 17/02. Favorece "observar cuidadosamente cada caminho, antes de dar o primeiro passo. Acumular conhecimentos a custa de muito trabalho, que só mentes privilegiadas podem adquirir ao longo da existência. Ser nobre, sincero e altruísta em seus relacionamentos, iluminando a todos com sua energia benéfica. Conquistar seu próprio espaço, por sua autoconfiança e bom humor, nunca desperdiçando energia em conflitos íntimos". Saiba mais (clic): Veuliah - 43º Anjo - Categoria Virtudes.
 “Ninguém nasce para sofrer; nasce para aprender”. (Campos de Raphael).
DICAS DE SAÚDE: Dores de coluna, calcificação, artrite, pedras nos rins?!  Tem cura! Clic e veja o depoimento deste Clínico:  Cloreto de Magnésio - Dr. Luiz Moura.
Dosagem. Cloreto de Magnésio.
 
Auto-hemoterapia: "Poder de cura do sangue!
"
Reportagem de o 'Domingo Espetacular'.


Em destaque (vídeos):
Angeles Humanos - Meditacion 5º dimension, Codigos de Luz.
'A Canção do Senhor': 'Bhagavad Gita’). Legendas em espanhol.
Bhagavad Gita. Belas imagens. (Legendas em português). 

 
PENTAGRAMA – Poema. ('Deus em Ti' - Hilarion).

P E N T A G R A M A !
Símbolo do milagre de minha última revelação,
Antes da grande oni-transformação,
Pentagrama - eu Te saúdo!
 
Tu és para mim, ó Estrela de cinco pontas,
Símbolo do meu  a u t o d e s p e r t a r...
E da hora de minha redenção que se aproxima,
Pois, o “Deus em Mim” nasce flamejante! - - -

Ó Estrela de cinco pontas, símbolo protetor do eterno em mim,
Que banes as forças inferiores em minha alma e me liberta -,
Irradia em mim! Mágica imagem mágica do Homem cósmico,
Pentalfa: Teu centro quíntuplo é a pátria de minha Alma…
“O longínquo Oriente”, de onde provém a “luz”, que me ilumina,
E desperta em mim o Espírito flamejante,
Para a unificação com o divino...
Irradia para o Alto, ó símbolo da Luz, -
Até te transformares na  P i r â m i d e,
E libertares em mim o Deus adormecido! - - -

Sou ainda uma esfinge - - transformada apenas pela metade…
Um centauro - - metade animal, metade deus!
Todavia, “o símbolo do filho do homem”,
Com maior fulgor irradia em meu coração…
Mais fulgurante, da estrela quíntupla irradia, -
Os raios que anunciam o inflamar de Deus no microcosmo! - - -
 


Eu te invoco, ó Estrela f l a m e j a n t e,
A inflamares o meu coração e despertares em mim
O Cristo que Tu anuncias!
Imagem genuína de meu voltar-se a Deus e da ressurreição,
Do meu inflamar e harmonizar em Deus! –
Cumpra o meu Destino! - -
Pois Deus quer despertar em mim! –

Salve, ó misteriosa Estrela-Esfinge,
Cujos braços se estendem em busca do Infinito,
Na procura do Incomensurável Único!


 Salve, ó Símbolo-Esfinge,
Que me desvendas o meu próprio segredo:
A Esfinge em mim, o “Deus Desconhecido”…
Das minhas profundezas se eleva o Espírito-Deus,
E brilha em quíntuplo fulgor para o Alto,
Acima de todos os mares de minha Alma! - - -

Só para aquele que não consegue reconhecer,
Tu és um Segredo (Enigma) não desvendado…
Para os meus olhos repletos de Divindade,
A Tua imutável inércia tornou-se Vida viva e ativa…
Meu coração reconheceu o Teu sentido mais profundo - -
Meu coração sabe que também Tu,
Assim como todos os símbolos,
É um dos “Nomes ocultos de Deus”. - -
Nenhuma luz de fora me iluminou; - -
Unicamente o meu amor por Ti, Pentalfa,
Acendeu a Luz em mim,
Transformou toda a treva em pleno Conhecimento!...


O meu amor a Ti, ó Esfinge,
Que eternamente Te manifestas de novo,
Tornou-se o despertar para a Tua Vida interior,
E cognição do mais profundo Mistério do meu Ser…

Eu Te desvendo, ó Esfinge,
Eternamente indagadora, que abrigas no Teu Ser
A Sabedoria-Final de todos os Mistérios!
Eu me curvo ante o Abismo-Luz do Teu coração…
E ouço o sussurro da Tua Eterna Revelação:

“Eu Sou, Aquele que, consciente, sempre de novo retorna!
Eu Sou, Aquele que era, que é, e que de novo será!”
[Extraído de 'O Deus em Ti’ (‘Der Gott in Dir’, vol. 7. Hilarion]
 
 Luz, Amor e Paz! (Campos de Raphael)
 

 

 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 











 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

 
 







 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

















 
         

 
 










































































 
 
 









  













  
 
 
 
 




Nenhum comentário:

Postar um comentário